#413-Amigos de risco

Começou o 40º Festival de Brasília de Cinema Brasileiro. Leia aqui a cobertura completa (ou quase) do festival. Na primeira noite da Mostra Competitiva, três produções foram exibidas: os curtas “Um ridículo em Amsterdã” e “Espalhadas pelo ar” e o longa metragem “Amigos de risco“. Leia mais sobre cada filme abaixo.

Amigos de risco

Longa que marca a estréia de Daniel Bandeira na direção, “Amigos de risco” conta a história de dois amigos que se reencontram quando Joca (um terceiro amigo) retorna à cidade. Cheios de recordações, eles decidem passear pela cidade. O que deveria ser um maravilhoso passeio repleto de lembranças, se torna um pesadelo quando Joca passa mal.
      

O filme mostra a jornada dos dois amigos tentando levar o amigo para um hospital. Sem dinheiro, sem carro e sem comunicação, eles entram numa espiral de perigo na madrugada pernambucana. A aventura vai piorando de situação a medida que eles vão conhecendo melhor o amigo e a experiência faz com que eles aprendam mais sobre a amizade.


Daniel Bandeira já trabalhou com Kleber Mendonça filho em curtas como “A menina do algodão” e “Vinil verde“. Este filme em 35 mm concorre ao troféu Candango e é um drama interessante. A história começa bem, mas vai ficando cansativa quando os dois amigos começam a carregar o outro para todos os cantos. Mesmo assim, o filme não perde o ritmo, sempre com acontecimentos durante o percurso.


Cotação do Dai: DaiblogDaiblogDaiblog

Amigos de risco (Brasil, 2007) Dirigido por: Daniel Bandeira Com: Irandhir Santos, Rodrigo Riszla, Paulo Dias, Lílian Kelen…

Trailer em breve.

Um ridículo em Amsterdã

Um cineasta decide gravar um documentário sobre a vida de um rapaz. O problema é que ele usa métodos nada éticos para fazer o registro, como deixar a câmera filmando escondido. Quando o rapaz descobre isto, uma tensão é criada. O curta é bem realista e parece realmente um documentário. Algumas partes são bem engraçadas.
Cotação do Dai: DaiblogDaiblogDaiblog
Um ridículo em Amsterdã (Brasil, 2007) Dirigido por: Diego GozzeCom: Rafael Ramos e Diego Gozze…
Espalhadas pelo ar
Espalhadas pelo ar” foi a grande sensação da primeira noite do Festival de Brasília de Cinema Brasileiro. O curta fala de liberdade e escolhas. Num mesmo prédio vivem uma mulher casada de 30 anos e uma adolescente. As duas fazem amizade numa situação diferente, quando a mais velha encontra a jovem fumando na escada.
Cotação do Dai: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Espalhadas pelo ar (Brasil, 2007) Dirigido por: Vera Egito Com: Ana Carolina Lima, Estevan Santos e Renata Torralba Horta…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui