• Críticas
  • Bônus
  • Lista61

#420-O amor nos tempos do cólera

Textos relacionados

Os cinéfilos brasilienses nem terão tempo de descansar. Depois do 40° Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, outro evento promete animar os amantes da sétima arte. Com uma vasta programação que conta com mais cem filmes, o Festival Internacional do Cinema de Brasília (FIC) chega à sua nona edição.

O evento é conhecido por apresentar um diversificado leque de produções de vários países. Todas as exibições serão no Cine Academia, localizado na Academia de Tênis Resort. A abertura oficial, restrita a convidados teve exibição do longa-metragem “O Amor nos Tempos de Cólera“, de Mike Newell, e do curta “Satori Uso“, dirigido por Rodrigo Grota.

No comando da cerimônia, destacam-se os Milton Gonçalves e Maria Ceiça, que apresentam uma convidada de honra especial: a veterana Fernanda Montenegro, brilho maior da solenidade. O público geral pode conferir os filmes a partir deste sábado em sete mostras, que incluem produções nacionais e internacionais.

Acompanhe no Daiblog alguns dos filmes do FIC deste ano.

O amor nos tempos do cólera

Sempre que fazem um filme baseado num livro existe a polêmica em relação à qualidade do que vai sair. Com “O amor nos tempos do cólera” não poderia ser diferente. O romance escrito por Gabriel García Márquez chegou repleto de expectativas. O diretor Mike Newell (“Harry Potter e o cálice de fogo“) optou por um elenco com nomes latinos, para criar mais fidelidade na trama sul-americana.

     


O longa se passa na Colômbia e conta a história de Florentino Ariza (Javier Bardem, de”Mar adentro“). O rapaz se apaixona por Fermina Daza, que também o ama. Mas o pai de Fermina não aceita o relacionamento entre os dois e faz de tudo para impedir que eles fiquem juntos. Diferente do que se pode imaginar, o filme não é exatamente uma fábula sobre paixão impossível.


O filme é longo e mostra a vida dos personagens com o passar dos anos, inclusive o poder do tempo em relação aos sentimentos. É uma história bonita com uma mensagem forte. É difícil assistir e terminar a sessão sem ficar pensando no que viu. Ao invés de alimentar a discussão se é ou não fiel ao livro original, é melhor apreciar o longa-metragem como uma obra a parte.
O título se refere à doença que matava muitas pessoas na época. A trilha sonora foi composta pelo brasileiro Antonio Pinto, que já fez as músicas de “O senhor das armas“. A canção-tema foi cantada pela colombiana Shakira.
 


O elenco está repleto de talentos de vários cantos do mundo como Fernanda Montenegro, Catalina Sandino Moreno (“Maria cheia de graça“), Liev Schreiber (“Sob o domínio do mal” e “A profecia“), Benjamin Bratt (“O lenhador” e “Impulsividade“) e outros atores. Filme bonito com uma boa produção.
Cotação do Dai: DaiblogDaiblogDaiblog

Love in the Time of Cholera (EUA, 2007) Dirigido por: Mike Newell Com: Benjamin Bratt, Giovanna Mezzogiorno, Javier Bardem, Marcela Mar, Catalina Sandino Moreno, Liev Schreiber…

Veja aqui o trailer do filme “O amor nos tempos do cólera“:

E uma dica para quem gosta da Shakira (que canta o tema do filme O amor nos tempos do cólera): o Blog da Shakira está sorteando um cd da cantora. Clique no banner abaixo para visitar a página e concorrer!

*

Satori Uso

Sinopse oficial: Um poeta das sombras, um cineasta sem filmes, e uma musa enigmática. Um documentário sobre um poeta que nunca existiu, apresentado por um cineasta imaginário.Satori Uso” abriu o FIC. É um falso documentário. Falso porque se trata de um poeta que não existe. E o cineasta que gravou o tal documentário também é de ficção. O resultado é um filme bem feito, com uma fotografia poética e trilha sonora inspirada.
Cotação do Dai: DaiblogDaiblogDaiblog

Satori Uso – Experimental De Rodrigo Grota 2007 19 min – Com Caren Utino, Rogério Ivano

Daiblog
Várias celebridades apareceram na abertura do FIC Brasília. E é claro que o Daiblog esteve lá para registrar cada acontecimento para postar aqui. Confira as fotos e logo abaixo um vídeo exclusivo com a atriz Fernanda Montenegro!

Bruna Lombardi, estrela do longa “O signo da cidade”

O ator Milton Gonçalves fazendo pose para a foto
Carlos Alberto Riccelli: ator, marido de Bruna Lombardi e diretor de cinema

Milton Gonçalves e Maria Ceiça foram os apresentadores na abertura do FIC

A veterana Fernanda Montenegro, convidada especial do evento

Opa! Muito cuidado na hora de descer as escadas!

Convidados no coquetel de abertura do FIC Brasília 2007

Mais uma imagem do coquetel, com destaque nos ipês amarelos
Academia Hall, espaçosa sala que serviu de palco para os filmes da abertura
Veja agora um video da atriz Fernanda Montenegro falando sobre o filme “O amor nos tempos do cólera“. Exclusividade do Daiblog.

não deixe de ler

Artigo anterior#419-A lenda de Beowulf
Próximo artigo#421-Paranoid Park

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Veja também

Perfil – Conheça melhor o diretor José Padilha

Como documentarista, José Padilha dirigiu e produziu três filmes. Ônibus 174 foi exibido no Festival de Cinema de Sundance e venceu inúmeros prêmios de...

Conheça o trabalho do cineasta Claudio Assis

Nascido em Caruaru (PE), Claudio Assis começou sua militância cultural como ator no Grupo de Teatro de Feira Caruaru. Fundou em 1993, a Parabólica...

Cine Especial – Jude Law

Jude Law é considerado um dos melhores atores ingleses da atualidade, colecionador de atuações ricas e variadas no cinema e no teatro. Há pouco...