• Críticas
  • Festivais
  • Lista61

BIFF 2016 – Crítica: As Mãos Daquela Menina

Textos relacionados

*Por Clara Camarano – redacao@daiblog.com.br

A crueldade do ser humano e a submissão do sexo feminino e do homem, em geral, às suas tentações ganharam nuances artísticas. Uma mistura de desenho, pintura e cinema que deu certo, principalmente pelo enredo que contesta o papel das belas princesinhas dos contos de fada. Enaltecida já com o Prêmio Especial do Júri no Festival de Annecy – o maior no terreno de animação realizado na França – a produção francesa As Mãos Daquela Menina foi a grande premiada da mostra competitiva de ficção da 5ª edição do Brasília International Film Festival (BIFF).

A boa safra de filmes que ocupou a capital federal trouxe um pouco das culturas de diversos países, com foco no grande mal do século: a solidão. No entanto, foi a produção francesa inspirada nos clássicos contos dos irmãos Grimm que levou o troféu. Reconhecido desenhista e animador francês, o diretor Sébastien Laudenbach inovou no longa-metragem. 

Em um enredo simples, ele retratou a história de uma menina que é vendida por seu pai ao diabo. Um pobre moleiro que negocia, sem dó nem piedade, sua filha para sair da miséria e viver uma vida de riquezas e conforto. É quando ele próprio corta as mãos da pequena como se cortasse mais uma das tantas árvores que cortou na vida. 

A descrença e falta de confiança no próximo, até mesmo quando há laços de sangue, são expostos nesta crueldade absurda. Afinal, cortar as mãos significa cortar relações e impedir uma pessoa de atuar no mundo. Apesar do peso da história, a luta pela vida, o encontro de um  amor e a maternidade dão outro sentido para a menina, que se torna uma forte mulher e combate os preconceitos de fragilidade do sexo feminino. Ela é capaz de ir à luta, independentemente da falta de mãos e da sociedade e suas consequentes crueldades. Não há mãos, mas há pulso.  Pulso e pulsão de vida. 

Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o teaser trailer do filme As Mãos Daquela Menina:

 

s


Leia mais sobre o 5º BIFF – Brasília International Film Festival: 
BIFF 2016 – Crítica: As Mãos Daquela Menina
BIFF 2016 – Crítica: Romantismo e saudade em Cartas da Guerra
BIFF 2016 – Festival anuncia os filmes vencedores

não deixe de ler

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Veja também

Perfil: os trabalhos do cineasta Paulo Morelli

O cineasta paulista Paulo Morelli é um dos criadores da produtora Olhar Eletrônico, referência na produção independente no anos 90 e um dos fundadores...

Cinema Especial – Robert Downey Jr

Robert Downey Jr é atualmente um dos atores mais requisitados da indústria, tendo recebido recentemente sua segunda indicação ao Oscar, de Melhor Ator Coadjuvante,...

Destaques da filmografia da atriz Chloe Sevigny

Chloe Sevigny retratou uma freira numa cidadezinha da África devastada pela AIDS em “3 Needles”, escrito e dirigido por Thom Fitzgerald, com  Lucy Liu...