• Festivais
  • Lista61

BIFF 2016 – Premiação e programação paralela

Textos relacionados

O 5º BIFF – Brasília International Film Festival irá distribuir três prêmios nas mostras competitivas. Caberá ao público eleger o Melhor Filme de Ficção e o Melhor Filme Documentário. E uma comissão formada por críticos de cinema elegerá o filme agraciado com o Prêmio da Crítica José Carlos Avellar, concedido pela primeira vez, como homenagem ao grande crítico carioca, falecido em março passado, que atuou como curador do BIFF em edições anteriores.

Ma Ma

Além das exibições, o Festival promoverá um curso de roteiro, ministrado pela cineasta argentina Maria Meira (premiada no festival de Sundance pelo roteiro de La Mirada Invisible), e debates sobre os filmes, com a presença de realizadores e/ou dos curadores. Para as crianças, o festival oferece a mostra Mundo Animado, com três títulos que poderão ser vistos por alunos das escolas públicas – através de agendamento – e pelo público em geral. Na Sessão de Encerramento, exibição de Ma Ma, o mais novo filme do escritor e cineasta basco Julio Medem, o mesmo de Lucía e o Sexo (2010). Produzido em 2015, o filme é protagonizado pela atriz Penélope Cruz. O BIFF é uma realização da Associação dos Amigos do Cinema e da Cultura e do Cine Cultura Liberty Mall.

Leia mais sobre o 5º BIFF – Brasília International Film Festival:

não deixe de ler

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Veja também

Cinema Especial – Tudo sobre a atriz Amber Heard

Com importantes papéis em filmes que ainda vão entrar em cartaz, Amber Heard tem tudo para tornar-se uma das mais importantes atrizes de Hollywood. Amber...

Tudo sobre a carreira do cineasta Paolo Virzì

Paolo Virzì fez sua estreia como diretor em 1994, com La Bella Vita, a história de um triângulo amoroso contra o pano de fundo...

A grande filmografia de Willem Dafoe

Willem Dafoe começou sua carreira com um papel pequeno no faroeste épico de Michael Cimino O Portal do Paraíso (1980), do qual foi demitido!...