Mix Brasil – Crítica: Lentidão atrapalha Tomcat

Textos relacionados

*Por Leonardo Resende – hashtagcinema@daiblog.com.br

No início, Moses, felino que nomeia o filme Tomcat, transita, alonga e observa lentamente a realidade de seus dois donos, Stefan e Andreas (interpretados por Lukas Turtur e Philipp Hochmair, respectivamente). Graças ao ponto de vista do gato, o espectador é convidado a presenciar essa realidade de Tomcat, trabalho dirigido por Klaus Händl exibido na 24ª Edição Mix Brasil da Cultura de Diversidade. Assim como os passos de Moses, o longa-metragem austríaco segue um ritmo monótono demais.

O casal Andreas e Stefan consegue levar uma vida tranquila. Juntamente com Moses, os rapazes moram em uma casa antiga nos arredores de Viena. Todo esse clima sereno sofre uma ruptura quando a violência ganha espaço na rotina deles. Independentemente da orientação sexual de um indivíduo, sua vida é composta por comportamentos complexos e muitas vezes incompreensíveis.

O que o diretor austríaco (que trabalhou como ator em A Professora de Piano) leva à tela é como essa combinação de personalidades multifacetadas pode ser fatal para qualquer relacionamento. O desgaste, o comodismo e todas aquelas inquietações são colocadas no filme com muita ponderação, mas não com um ritmo eficaz. A cada discussão dos rapazes, Klaus levanta questionamentos: quais razões são mais legítimas? Quem é o mais íntegro? E, infelizmente, ao responder essas indagações, o cineasta pesa excessivamente a lentidão da narrativa.

Moses, o gato do filme, como citado, é colocado como o espectador de Tomcat e, ao ver todo o desenrolar da violência do casal, não consegue fazer nada, exceto assistir e torcer para que todo conflito resulte em “algo bom”. Expressão que o cinema de arte europeu não gosta muito de empregar.

Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme Tomcat:

Leia mais sobre o 24º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade: 
Mix Brasil – Crítica: Lentidão atrapalha Tomcat
Programação nacional e internacional no 24º Mix Brasil

não deixe de ler

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Veja também

Perfil – Javier Bardem

Javier Bardem foi o primeiro espanhol a ser indicado ao Oscar de Melhor Ator, uma honra recebida por sua interpretação do poeta e dissidente...

Cinema Especial – Kathy Bates

Kathy Bates já foi homenageada inúmeras vezes por seu trabalho em teatro, cinema e televisão. Venceu o Oscar® e o Globo de Ouro pelo...

Tudo sobre a carreira do cineasta Paolo Virzì

Paolo Virzì fez sua estreia como diretor em 1994, com La Bella Vita, a história de um triângulo amoroso contra o pano de fundo...