Crítica: Mensagem da guerra de Dragon Blade é pacifista

Textos relacionados

*Por Clara Camarano – redacao@daiblog.com.br

As guerras, em todas suas dimensões, entre nações, interpessoais ou pessoais não são de hoje. Fazem parte da existência humana e dos nossos ancestrais. Quando o assunto é guerra entre povos, países, tribos e nações, os diretores são mestres em levantar e levar esta temática por meio de grandes produções. O chinês Daniel Lee é um destes peritos em blockbusters que voltam à eras passadas para retratar guerras históricas. No caso de Lee,  os filmes  de ação envolvem a China e seus grandes heróis. O diretor, inclusive, é aclamado por  trabalhar bem este gênero. Mas, em 2015, ele conseguiu se superar em qualidade, em todos os sentidos, na direção de Dragon Blade.

Apesar de ser um longa-metragem de ação, com belas lutas de espadas e o protagonismo do excelente Jackie Chan, o que mais toca na história é a premissa da paz. No enredo baseado em fatos verídicos está em foco a guerra entre o Império Romano e o Chinês, em 48 a.C. As então requisitadas Rotas das Sedas – rotas interconectadas no sul da Ásia e usadas para o comércio de seda entre o Oriente e a Europa – eram disputadas por ambos os lados.

O estopim para guerra estava montado. E de fato houve guerra. Não apenas entre os chineses e romanos. Os povos da China lutaram entre si, assim como os membros do Império Romano. Nesta levada, entra em cena o general romano Lucius (John Cusack), que é obrigado a fugir com a pequena criança herdeira do Cônsul Romano: Publius (Jozef Waite). O menino é levado por Lucius e seus soldados para longe do imperador Tiberius (Adrien Brody). Irmão mais velho de Publius, Tiberius deseja matá-lo para subir ao cobiçado trono.

Já do lado leste, esta o huno Huo An (Jackie Chan), um herói chinês responsável por proteger as Rotas de Seda. Em uma batalha pela paz e não pela guerra, este personagem comove todos os lados. Além da temática humana, o filme de destaca ainda pela bela fotografia, com imagens da China Antiga e pelos clássicos e pomposos figurinos. Vale a pena assistir!
Cotação: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog


Veja aqui o trailer do filme Dragon Blade:

não deixe de ler

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Veja também

Perfil: o grande cineasta italiano Michelangelo Antonioni

Consagrado diretor italiano, Michelangelo Antonioni nasceu em Ferrada, norte da Itália, em 19 de setembro de 1912. Antes de iniciar sua carreira como cineasta,...

O talento do cineasta Alain Resnais

Alain Resnais, natural da região da Bretanha, na França, nasceu no ano de 1922. Devido a problemas de saúde, foi educado em casa e...

Humor é com ele mesmo: Steve Carell

Steve Carell é atualmente um dos comediantes mais requisitados de Hollywood. Ele conquistou reconhecimento, inicialmente, por conta das participações como um correspondente no programa...