• Críticas
  • Lista61

Liga da Justiça segue a cartilha dos blockbusters

Textos relacionados

Aguardadíssimo pelos fãs dos quadrinhos, Liga da Justiça reúne os super-heróis da DC Comics que já apareceram recentemente nas telonas. O longa-metragem tem direção de Zack Snyder, responsável por outros filmes do gênero, como O Homem de Aço. A trama acompanha Batman (Ben Affleck), que precisa reunir um time de super-heróis para salvar a Terra de um perigo inimaginável. O grupo é formado pela Mulher-Maravilha (Gal Gadot, de Velozes & Furiosos 6), Aquaman (Jason Momoa, de Conan, o Bárbaro), Flash (Ezra Miller, de As Vantagens de Ser Invisível) e Cyborg (Ray Fisher). 
A história é ambientada logo após Batman vs Superman: A Origem da Justiça, portanto é interessante ver como o roteiro costura e faz referências aos outros títulos anteriores. Desta vez, o grande vilão é Lobo da Estepe, um ser especial que procura três artefatos conhecidos como Caixas Maternas. Caso reúna os itens, ele terá poder o suficiente para destruir a vida na Terra. O trabalho dos super-heróis, portanto, é impedir que o antagonista consiga concretizar seus apocalípticos planos.
Seguindo a bem-sucedida linha dos filmes da Marvel, Liga da Justiça traz mais humor do que o público está acostumado. E o alívio cômico é representado pelo veloz Flash. Deslumbrado com os companheiros poderosos, ele é como o recente Homem-Aranha, isto é, um jovem que se diverte e faz piada com as situações – mesmo que elas sejam preocupantes. O tom mais leve também é perceptível pelas imagens, que são mais claras e coloridas que as produções anteriores. Com duas horas de duração, o filme não apresenta muitos detalhes sobre as origens e a vida de Aquaman, Cyborg e Flash – que provavelmente terão seus filmes-solo.
O que se esperar de Liga da Justiça? É mais um filme de super-herói. Algumas vezes parece um tanto burocrático, por introduzir vários personagens, mas depois compensa com sequências de ação e muitos efeitos especiais. É o tipo de blockbuster que acompanha o padrão dos outros, o que parece ser um receio de não errar e fazer feio nas bilheterias. Isso significa que não tem um olhar diferenciado como Mulher-Maravilha e cai na mesmice, o que necessariamente não é ruim, mas também não surpreende. E é um tanto irônico que, num filme com tantos super-heróis, pareça faltar a coragem para fazer algo novo.
Cotação do Cine61: Cine61Cine61Cine61

*Por Michel Toronaga – micheltoronaga@cine61.com.br
Veja aqui o trailer do filme Liga da Justiça:



Justice League (EUA, 2017) Dirigido por Zack Snyder. Com Ben Affleck, Gal Gadot, Jason Momoa, Henry Cavill, Amy Adams, Ezra Miller, Ray Fisher…

não deixe de ler

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Veja também

Cine Especial – Jude Law

Jude Law é considerado um dos melhores atores ingleses da atualidade, colecionador de atuações ricas e variadas no cinema e no teatro. Há pouco...

Os múltiplos talentos de Anne Hathaway

Anne Hathaway alcançou o estrelato ao contracenar com Meryl Streep no sucesso de 2006, O Diabo Veste Prada. Ela foi vista no papel de...

Tudo sobre a diretora e atriz Helena Ignez

Helena Ignez estreou como atriz em 1959 sob a direção de Glauber Rocha, no curta metragem Pátio. A partir de então, atuou em um...