A Maldição da Casa Winchester é terror que não amedronta

A Maldição da Casa Winchester é um filme de terror baseado em uma história real. Uma das locações em que foi filmado realmente existe, a Winchester Mystery House, localizada na Califórnia, nos Estados Unidos. O lado verídico afirma que, em 1881, Sarah Winchester herdou uma grande fortuna do marido, dono da empresa Winchester Repeating Arms Company, fabricante de rifles. O boato da época diz que Sarah construiu uma mansão para abrigar espíritos vítimas das armas Whichester. Pronto, temos o argumento do longa-metragem.
Na trama ficcional, a sanidade de Sarah Winchester (Helen Mirren) é questionada por sócios da empresa do falecido marido, com o objetivo de tirar dela parte da herança. Para avaliar a saúde mental da viúva, o psiquiatra Eric Price (Jason Clarke) é enviado à mansão que está sendo construída por Sarah para abrigar os espíritos. Helen (A Rainha) é uma atriz que recebeu vários prêmios e faz um ótimo papel. Mesmo parecendo realmente perturbada no início o filme, ela se sobressai em relação ao sóbrio Jason Clarke (Planeta dos Macacos: O Confronto), que não demora muito para abandonar toda a racionalidade psiquiátrica.
As mensagens do filme são a crítica à cultura armamentista norte-americana e também a superação de vícios e traumas. É tirado do psiquiatra Eric, logo que entra na mansão, as bebidas que traz consigo. Ele precisa lidar com o próprio alcoolismo como requisito para avaliar Sarah Winchester. Sarah e Eric também precisam enfrentar suas próprias perdas para poderem seguir em frente. O lado analítico e psicológico de Eric poderia ser melhor aproveitado na narrativa. Ele é facilmente convencido por Sarah que a casa realmente carrega uma maldição.
Com direção de Peter Spierig e Michael Spierig, ambos responsáveis por Jogos Mortais: Jigsaw, A Maldição da Casa Winchester não tem planos ou ângulos ousados. O terror abusa do jump scare, técnica usada simplesmente para dar susto, algo bastante previsível para quem está acostumado com produções do gênero. O susto no filme também é usado até quando não tem demônio nenhum em cena, simplesmente para pregar uma peça no espectador. O terror não é construído, ele simplesmente surge em cena.

Cotação do Cine61: Cine61Cine61Cine61

*Por Vinícius Remer- Especial para o Cine61

Veja aqui o trailer do filme A Maldição da Casa Winchester:

Winchester (EUA / Austrália, 2018) Dirigido por Michael Spierig e Peter Spierig. Com Helen Mirren, Sarah Snook, Finn Scicluna-O’Prey, Jason Clarke, Emm Wiseman, Tyler Coppin, Michael Carman, Angus Sampson, Alice Chaston, Eamon Farren…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui