• Notícias
  • Lista61

1ª Mostra de Cinema do Brasil em Lisboa premia Nise

Textos relacionados

O público português acaba de conceder mais uma premiação internacional para a vitoriosa carreira de Nise, o Coração da Loucura, de Roberto Berliner. O filme foi escolhido pelos portugueses como o melhor da 1ª Mostra de Cinema do Brasil em Lisboa, realizada no Cinema São Jorge, de 19 a 22 de julho, entre os 14 filmes selecionados. Para o Ministro-conselheiro Raphael Azeredo, “a Mostra evidenciou o entusiasmo do público português com o cinema brasileiro”. Na visão dele, “o evento preenche uma importante lacuna, na medida em que se constitui como valiosa oportunidade de divulgação da excelente produção cinematográfica nacional, que nem sempre chega ao circuito comercial em Portugal.”
Nise
Para Fernanda Bulhões, diretora da Linhas Produções Culturais, a Mostra superou seus objetivos. “A presença do público foi muito expressiva, principalmente considerando que este é um período de início de férias em toda a Europa. Mas o melhor mesmo foi ver tantos filmes brasileiros, dos mais diversos gêneros, aplaudidíssimos ao fim de cada sessão”, afirma. A Mostra foi organizada pela Embaixada do Brasil em Lisboa, em parceria com a Linhas Produções Culturais e o Cinema São Jorge, mais tradicional sala de festivais da capital portuguesa. Nise teve como concorrentes filmes consagrados pela crítica, caso de Bingo, o Rei das Manhãs, de Daniel Rezende, que marcou a estreia do diretor em longa-metragem e arrebatou, na semana passada, 15 indicações no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro.
Nise é baseado na história real da psiquiatra brasileira Nise da Silveira, interpretada pela atriz Glória Pires. O filme se passa na década de 40, em um hospital psiquiátrico do Rio de Janeiro, quando Nise propõe nova forma de tratamento aos pacientes que sofrem de esquizofrenia, eliminando métodos violentos como o eletrochoque e a lobotomia. A Mostra também teve destaques como João, O Maestro, de Mauro Lima; O Filme da Minha Vida, de Selton Melo; Fevereiros, de Marcio Debellian; e filmes inéditos até mesmo no Brasil, como A Voz do Silêncio, de André Ristum; e Ana e Vitória, de Matheus Souza; que fez sua estreia mundial em Lisboa e chega aos cinemas brasileiros no dia 2 de agosto.
O Festival teve sala lotada com mais de 500 pessoas na sessão de abertura, com Nise, e com Ana e Vitória. A dupla, grande revelação da música brasileira, viu o filme pela primeira vez da plateia e fez um pocket show no fim da sessão, que terminou com muitos aplausos do público. As meninas fazem muito sucesso em Portugal, principalmente com a música “Trevo”, que tem uma versão gravada em parceria com o cantor português Diogo Piçarra.

não deixe de ler

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Veja também

O talento do cineasta Alain Resnais

Alain Resnais, natural da região da Bretanha, na França, nasceu no ano de 1922. Devido a problemas de saúde, foi educado em casa e...

Cinema Especial – Tudo sobre a atriz Amber Heard

Com importantes papéis em filmes que ainda vão entrar em cartaz, Amber Heard tem tudo para tornar-se uma das mais importantes atrizes de Hollywood. Amber...

Perfil: os trabalhos do cineasta Paulo Morelli

O cineasta paulista Paulo Morelli é um dos criadores da produtora Olhar Eletrônico, referência na produção independente no anos 90 e um dos fundadores...