HBO divulga sua nova série documental

Textos relacionados

A nova série documental da HBO, I’ll Be Gone In The Dark, com seis episódios, estreia no domingo, 28 de junho, às 23h na HBO e na HBO GO. Baseada no best-seller da escritora Michelle McNamara, I’ll Be Gone In The Dark: One Woman’s Obsessive Search for the Golden State Killer, a série conta a investigação do assassino de Golden State, responsável por 50 invasões residenciais seguidas de estupros e outros 12 assassinatos entre o final dos anos 70 e início dos anos 80, na Califórnia.

O documentário dá voz aos sobreviventes e seus familiares, relatando um período em que os crimes sexuais eram frequentemente desprezados ou escondidos por medo. Ao tratar crimes reais, a série narra o caminho de um assassino misterioso e a determinação de uma mulher para que o caso viesse a público.

A obra em que se baseia I’ll Be Gone in The Dark tem uma história interessante. A autora Michelle McNamara apresentava sua obsessão pelo caso em um blog chamado True Crime Diaries, que se transformou em um artigo publicado na Los Angeles Magazine e posteriormente em um contrato literário. McNamara morreu de uma overdose acidental de medicamentos antes de terminar o seu livro, que foi concluído por seu marido, o comediante Patton Oswalt, com a ajuda dos colegas de investigação da esposa, Paul Haynes e Billy Jensen. Em 2018, a obra entrou para a lista de best-sellers do The New York Times.

I’ll Be Gone In The Dark é contada com as palavras da própria autora por meio de gravações originais exclusivas e extratos do seu livro narrados pela atriz Amy Ryan. A série se baseia em imagens de arquivo e em arquivos policiais, assim como em entrevistas com detetives, sobreviventes e familiares do assassino.

Os anos de investigação e determinação de McNamara para conseguir justiça para as vítimas ajudaram a manter o caso vivo. Em 2018, dez anos depois de ela ter começado a trabalhar no caso e apenas dois meses após a publicação póstuma do livro, Oswalt e vários dos detetives envolvidos se reuniram para uma leitura do livro de sua esposa na sua cidade natal, Chicago. Horas depois, a polícia de Sacramento prendeu o ex-policial de 72 anos Joseph James DeAngelo, identificando-o por testes de DNA como o assassino de Golden State.

Uma produção da Story Syndicate, I’ll Be Gone in The Dark tem direção de Liz Garbus, Elizabeth Wolff, Myles Kane e Josh Koury. Os produtores são Elizabeth Wolff e Kate Barry; os coprodutores, Myles Kane e Josh Koury; e os produtores executivos, Liz Garbus, Dan Cogan, Michelle McNamara, Patton Oswalt e Dave Rath. Os coprodutores executivos são Paul Haynes e Billy Jensen. As palavras de Michelle McNamara são lidas por Amy Ryan. Pela HBO, as produtoras executivas são Nancy Abraham e Lisa Heller.

não deixe de ler

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Veja também

Destaques da filmografia da atriz Chloe Sevigny

Chloe Sevigny retratou uma freira numa cidadezinha da África devastada pela AIDS em “3 Needles”, escrito e dirigido por Thom Fitzgerald, com  Lucy Liu...

Perfil – Conheça melhor o diretor José Padilha

Como documentarista, José Padilha dirigiu e produziu três filmes. Ônibus 174 foi exibido no Festival de Cinema de Sundance e venceu inúmeros prêmios de...

Perfil – Demi Moore

Demi Moore continua sendo uma das atrizes mais requisitadas de Hollywood. Ela atuou recentemente ao lado de Parker Posey, ícone do cinema independente, no...