Antologia reúne curtas de terror feitos na pandemia

Textos relacionados

Treze curtas-metragens de terror produzidos durante a quarentena serão lançados no próximo dia 06 de agosto nas plataformas digitais iTunes, Google Play, Youtube Filmes, Vivo Play, Now e Looke, com a distribuição da O2 Play. “Antologia da Pandemia” reúne trabalhos de diretores do Brasil, Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Reino Unido e Chipre.

A ideia partiu da Fantaspoa Produções, responsável pelo tradicional Fantaspoa – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre, realizado anualmente desde 2005 e que, em 2020, por conta da pandemia, terá uma edição online (leia mais abaixo). A produção do longa é assinada por João Pedro Fleck, Fernando Sanches, João Pedro Teixeira e Nicolas Tonsho.

Críticas internacionais

O resultado coletivo registra um momento de transformação e incertezas em todo o mundo. Considerando a qualidade das obras selecionadas no concurso, o quanto capturam o contexto histórico em que estamos vivendo e sempre tendo em vista a promoção de novos e promissores talentos do audiovisual, “Antologia da Pandemia” vem recebendo críticas positivas da imprensa especializada.

O site Aipt Comics considera o filme “talvez a mais original antologia de horror já feita”. Na avaliação do Nightmarish Conjurings, “não importa quais sejam seus gostos, se você está disposto a encarar os horrores da pandemia, a ‘Antologia da Pandemia’ tem um segmento especialmente para você”. Já a Signal Horizon Magazine alerta que “ao contrário da maioria das antologias, esta não apresenta nenhum momento de tédio”.

Filmes selecionados

  • Às Vezes Ela Volta, de Matheus Maltempi (Brasil)
  • Baldomero, de Martín Blousson (Argentina)
  • Eclosão, de Alejo Rébora (Argentina)
  • Estúpidemia, de Junior Larethian (Brasil)
  • Jérôme: Um Conto de Natal, de Beatriz Saldanha (Brasil)
  • O Último Dia, de Guillermo Carbonell (Uruguai)
  • A Mancha na Parede, de Daniel Pires (Brasil)
  • Pique Esconde Macabro, de Julio Napoli Filho (Brasil)
  • Psicopompo, de Giordano Gio (Brasil)
  • Quarentena Sem Fim, de Fabrício Bittar (Brasil)
  • Barata, de Emerson Niemchick (EUA)
  • Roleta Russa, de Andreas Kyriacou (Chipre)
  • Desenterrado, de Karl Holt (Reino Unido)

não deixe de ler

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Veja também

Perfil: o grande cineasta italiano Michelangelo Antonioni

Consagrado diretor italiano, Michelangelo Antonioni nasceu em Ferrada, norte da Itália, em 19 de setembro de 1912. Antes de iniciar sua carreira como cineasta,...

Conheça a carreira do ator Mark Ruffalo

Com uma extensa lista de créditos em filmes os mais diversos, Mark Ruffalo é um dos mais requisitados atores de Hollywood. Recentemente, Ruffalo concluiu...

Conheça o diretor Felipe Sholl

Felipe Sholl é formado em Roteiro pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro e em Jornalismo pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Fala...